My video

Casa Inteligente: Já pensou na sua assim?

PRODUZIDO POR MÁRCIA LIMA

Já ouviu falar em “casa inteligente”? Você pode até não ter ouvido falar nesse termo (ainda), mas com certeza já ouviu sobre algumas de suas possibilidades. A tecnologia nos últimos anos tem facilitado muito nossa vida, isso é uma verdade inquestionável. Nesse contexto, a automação residencial, ou home automation, entra em cena para tornar mais prática e acessível nossa vida cotidiana. O que antes exigia trabalho físico e atenção, agora, pode ser realizado ou controlado apenas com a voz ou poucos toques. Abaixo vamos explicar um pouco mais sobre essa tecnologia.

O que é automação residencial?
É um sistema que integra em uma central (aparelho) diversos dispositivos de uma casa unificando e facilitando seus comandos. Eles podem ser controlados através de um programa em tablets, celulares, teclados de paredes entre outros. É possível fazer a programação de seu funcionamento de acordo com a hora, algum evento específico, temperatura, etc. A automação residencial pode parecer futurista, mas já é uma realidade.

O que pode ser feito em uma casa automatizada?
Controlar luzes, sons, ventilação, temperatura, ou a segurança da casa, são exemplos de possibilidades. Com a automação residencial essas tarefas podem ser feitas de forma automática ou com poucos comandos, o que confere comodidade e praticidade. Para pessoas com deficiência, idosos ou com a mobilidade reduzida (temporária ou definitivamente), isso pode possibilitar maior independência e até qualidade de vida. Tarefas que antes precisavam de ajuda de terceiros agora podem ser realizadas de forma independente. Uma pessoa que usa cadeira de rodas não precisa mais de ajuda para acionar o ar condicionado que fica em um local mais alto da parede: agora com o comando de voz ou um toque em um dispositivo ela pode fazer isso sozinha. O mesmo vale para abrir cortinas, ligar o som, abrir portas, entre outras tarefas do dia a dia.

Veja alguns exemplos das facilidades possíveis:
• Comunicação: ligar ou desligar a TV, enviar mensagens, fazer listas de compras, pesquisar na internet.
• Iluminação: acender ou apagar luzes, controlar a intensidade da iluminação.
• Som: controlar músicas, criar playlists, controlar volume.
• Temperatura: ativar equipamentos de climatização, como ligar ou desligar aquecedor ou ar condicionado, podendo até programar para ativá-lo ou desativá-lo minutos antes ou depois da entrada ou saída de ambientes.
• Segurança: ativação de sensores de presença, bem como abertura ou fechamento de portas, monitoramento de serviço de segurança.

Na verdade, algumas destas possibilidades não são novidades, já são conhecidas por parte de nós, porém só era possível utilizá-las fazendo um investimento financeiro alto. Com o avanço rápido da tecnologia isso já não é mais realidade, hoje conseguimos encontrar opções com valores bem acessíveis, como é o caso de produtos como o Google Home (https://bityli.com/0zNjl ), Amazon Echo (https://bityli.com/rydxf ) ou o Apple HomeKit (https://bityli.com/Hhv1I ) , que podem ser encontrados a partir de R$215,00 aproximadamente. Estes podem ser dispositivos de entrada, que podem realizar algumas ações básicas, como pesquisas na internet por voz (notícias, previsão do tempo, entre outras), ouvir músicas, configurar despertador, realizar chamadas ou enviar mensagens entre usuários do dispositivo, dentre mais algumas possibilidades. Para outros tipos de assistência, é necessário aumentar o investimento e adquirir dispositivos complementares como lâmpadas, tomadas e câmeras, por exemplo, que respondem de forma integrada a um dispositivo. Vale lembrar que dependendo do nível de assistência e comodidade pretendidos pode ser aconselhável a contratação de um profissional como arquiteto ou outro que trabalhe com tecnologia para auxiliar em todo processo de instalação dos dispositivos.

Enfim, com comandos a diversos aparelhos centralizados em um único dispositivo como celular ou tablet, por exemplo, tarefas comuns podem ser realizadas com menos esforço ou, até mesmo de forma automática, e em menos tempo, proporcionando praticidade, conforto, acessibilidade e qualidade de vida. Além disso, no caso de pessoas com alguma limitação de mobilidade, essa pode ser uma possibilidade para trazer independência e liberdade.

E você? Já experimentou algum desses dispositivos?